quarta-feira, 30 de setembro de 2009

SÃO VICENTE - I Parte




São Vicente conseguiu conservar ao longo do tempo as suas características que a fazer ser única na Madeira. É um daquelas zonas turisticas, em que ainda conseguimos sentir prazer em estar. Depois há aquele mar, a praia de calhau e a simplicidade das suas gentes em quem podemos confiar e sentirmo-nos como em casa, em fraterno convívio.

domingo, 27 de setembro de 2009

CALÇADA DO PICO


Calçada do Pico, nº. 5
Aqui vivi desde 1963 a 1972. A casa continua igual. A excepção, são os tapassois que eram verdes e passaram a ser dum azul horrivel, a porta está com mau aspecto, a necessitar uma urgente pintura. Agora está instalada a Escola Internacional da Madeira, desconheço por completo este nome pomposo de Escola Internacional!

sábado, 26 de setembro de 2009

SANTA CATARINA



Parque de Santa Catarina. Os cisnes à procura de algo para debicar.
Fotos CAM

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Autre fois les fleurs





Il est impossible de imaginer à Madére sans penser aux fleurs. Les fleurs font partie de la vie,
la façon d´être et de penser. Les fleurs sont parfois un moyen de cacher la vie triste et dure de Madére. Et seulement ils sauvent comment évaluer votre vie. Les fleurs sont um cadeaux pour Solange. Elle est une amie ancienne une amie que aime les fleurs, les roses et aussi la vie. Solange dit-moi que la vie est toutes est rien. Qui est la vie? Moi, je ne sais pas... la vie c´est nous est aussi rien. Photos CAM

terça-feira, 22 de setembro de 2009

GALO PRETO

Galo Preto

Também deixo as minhas barbas
tão vermelhas e tão belas,
aos homens mais desbarbados,
que queiram ficar com elas.

Também deixo o meu papo,
que servia de celeiro,
aos rapazes mais honrados
prá bolsa do seu dinheiro.

Deixo as penas do rabo,
por serem as mais brilhantes,
às raparigas solteiras,
para dar aos seus amantes.

E mais esta, pedindo desculpa às alvejadas:
Também deixo as minhas unhas
às mulheres viúvas,
para se coçarem de noite
se lhe morderem as pulgas...

Francisco Alvares da Nobrega "Camões Pequeno"

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

AGUARELAS DE CARLOS LUZ



Aguarelas do pintor madeirense Carlos Luz

domingo, 20 de setembro de 2009

Soc. Automóveis S. Roque do Faial


A Sociedade de Automóveis de São Roque do Faial Ldª., de que são sócios os Senhores Cândido Augusto da Silva e Acúrcio Sizenando da Silva, acaba de valorizar o seu grupo de autocarros com uma nova e possante unidade: o MA-34-43 (da qual publicamos, acima a foto), construída sobre chassis Leyland - modelo Tiger Cub, com motor de 120 HP. O fabrico é da firma inglesa Leyland Motors, Ldª., representada nesta ilha pela S.A.S.R.F.Ldª..
A carroçaria foi montada pela firma Martins & Caetano Ldª., de Vila Nova de Gaia. Há lugar para 40 passageiros; as cadeiras são todas voltadas para a frente, com fotos nas costas, boa suspensão - e excelente a visibilidade. Travões: do sistema de ar.
No último sábado, a SASRF, proporcionou a vários convidados um passeio no confortável autocarro que fez, assim, a sua viagem inaugural. No Faial realizou-se um "chá" comemorativo. O regresso fez-se pelo Porto da Cruz, Santo da Serra, Camacha e Caniço. E todos ficaram agradavelmente bem impressionados com as características do novo autocarro e as gentilezas de que foram alvo.
Noticia integral publicada no Diário de Noticias do Funchal em 15-09-1959 - Foto DN
Bilhete da companhia de 19 de Julho de 1988 - 335$00 - colecção CAM

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

MAQUINISTAS À ESPERA DO COMBOIO


O escritor António Fournier esteve em Lisboa para um encontro entre amigos. Acabado de chegar do Funchal via Porto, e a caminho da sua universitad italiana, este jovem "espalhou" a simpatia e simplicidade nas dedicatórias expressas na sua mais recente obra. A sua paixão pelo Caminho de Ferro da Madeira, mais popularmente apelidado de "Comboio do Monte", embora na Madeira tenha circulado 3 tipos de transportes sobre carris, ficou vincada no encontro para o qual se disponibilizou antes da partida para a bela Italia. O futuro projecto está já em andamento, prometendo um trabalho exaustivo sobre a CCFM (Companhia do Caminho de Ferro do Monte) ilustrada com imensos documentos da época. Mais uma memória carregada de história da Ilha da Madeira. Votos de sucesso é o que desejamos! Fotos CAM

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

terça-feira, 8 de setembro de 2009

SEIXAL, A RIBEIRA DO INFERNO E OS AUTOCARROS




A famosa estrada do Seixal, as curvas apertadas da Ribeira do Inferno sempre foram objecto de curiosas fotografias de automóveis e autocarros. Eis algumas delas, para relembrar um trajecto emblemático da Madeira.



NOVO LIVRO DE ANTÓNIO FOURNIER

Sempre que possível e que tenha conhecimento do lançamento de livros de escritores madeirenses ou temas relacionados com a Madeira, irei dar a noticia neste blogue. Embora tardiamente, é o caso de mais um livro do escritor António Fournier - professor na Universidade de Bolonha, que lançou "NO FUNCHAL, O MAQUINISTA" uma vez mais tendo como tempo principal o Camboio do Monte. O seu lançamento ocorreu na Cidade do Funchal à mais de um mês, mas só agora tardiamente dou a noticia. mas lá diz o ditado de que "mais vale tarde do que..."

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Ribeira Brava - I


DEUSME FAÇA FELIZ - Preparando a faina no pequeno porto da Ribeira Brava

domingo, 6 de setembro de 2009

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

PONTA DO GARAJAU



A Ponta do Garajau surge no horizonte! Sabemos que ao dobrar o Cabo, espreitaremos a Cidade do Funchal e com ela a emoção de sempre. Pela primeira vez na minha vida, sei que não estarás à minha espera... que não subirás a escadaria do navio e não surgirás a espiar no portaló, mas sou impotente a tanta lembrança na névoa dos meus olhos. (Fotos CAM)

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

A ESTIBORDO - A PONTA DE S. LOURENÇO


A estibordo, eis a Ponta de São Lourenço, os imensos e alongados rochedos são sempre belos. Do alto, o Farol dá-nos as boas-vindas abençoadas pela Senhora da Piedade, pequenina e alva da capela espreitando o imenso azul dos que acabam de passar o Mar da Travessa.