quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Fernando Assis Pacheco faria 80 anos

Ontem a imprensa destacava o aniversário do jornalista e escritor Fernando Assis Pacheco, pessoa que muito admirava na sua escrita, crónicas e poemas bem como nas histórias que contava e nos fazia cidadãos bem dispostos e alegria de viver. Infelizmente, o Fernando partiu cedo! Os céus reclamaram a sua presença para nosso mal, e triste sina.

Certo dia, cansados de atender telefonemas para um número que tinha sido atribuido ao meu serviço e perante exagerados pedidos de enganos, resolvi que seria melhor cortar de raiz com o problema. O número da PT era de uma antiga engomadoria e que por razões que desconhecia continuava a ser utilizado. Confesso que havia dias em que a concentração no trabalho eram nulas, perante explicações, insistências não havia maneira de acabar com a praga das chamadas por engano. O telefone tocou de novo, atendi e do outro lado uma senhora de idade avançada perguntou:
- Está? É a Dona Maria?
- Peço desculpa mas é engano! ripostei
- Então não é da Engomadoria da Estefânia?
- Peço desculpa minha senhora, mas este número de telefone foi atribuido a um serviço do Estado! A Dona Maria já faleceu e a Engomadoria fechou! Do outro lado, a senhora ficou perplexa! O silêncio e a sua respiração ofegante e pausada foi cortada com a frase:
- Então e agora? Quem vai passar a roupa do meu filho... sabe o meu filho Assim Pacheco, não sei se o senhor já ouviu falar dele... tinha as suas camisas sempre passadas pela Dona Maria...
Respondi que conhecia o seu filho, pessoa que admirava pelas suas crónicas jornalisticas mas teria de arranjar outra opção. De imediato, a mãe do escritor passou a tratar-me com um carinho muito especial e eu nem sabia como sair daquele imbróglio por mim criado. Mas acabei por tentar arranjar outra opção à senhora. A partir daí a a mãe do Fernando Assim Pacheco ligava-me para dar noticias do seu filho e dos seus projectos vindouros. Antes assim, por que me sentia mais confortável em atender o dito telefone.

Sem comentários: